Menu

Estar doente é pior que sei lá o quê! Nós esmorecemos, perdemos o ânimo. A nossa cama passa a ser o nosso maior aliado. A motivação desvanece. Queremos o apoio de alguém, dos mais próximos, mas somos muito orgulhosos. Com medo de não termos atenção, de sermos desprezados. Mas os que importam, nunca nos abandonam. Ficam sempre ao nosso lado. Não pensam aquilo que é melhor para eles, mas sim o que é melhor para nós. É trazer os medicamentos, é fazer chá é fazê-lo sentir mais confortável, aconchegando-o. É muita coisa.

Neste momentos, tudo o que resta interessa pouco. Queremos ficar bem. Não queremos voltar a sentir o mesmo. Juramos a nós mesmos que não vamos cair na mesma “armadilha”. Mas por mais simples que uma doença seja, não conseguimos prevê-la.

E eu só quero que tu melhores, bem depressa, T. Queria estar agora contigo, a dar-te miminhos. Amo-te muito*

Comments (0)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *


four + = 12